Real Madrid x Bayern Munique – Previsão

Depois de uma pálida exibição do conjunto merengue em solo germânico, a equipa liderada pelo português José Mourinho redimiu se com uma categórica vitória em Camp Nou onde o rigor táctico, o controlo emocional e a concentração coletiva, se sobrepuseram face a reconhecidíssima qualidade técnico-táctica da

equipa catalã.

No Allianz Arena, o Real Madrid apresentou-se uma equipa apática, com níveis motivacionais demasiado anormais para um jogo inserido num contexto competitivo tão exigente como o de uma meia-final da Champions League. Desde de cedo foi possível constatar que no subconsciente dos jogadores merengues pairava um pensamento ambíguo, influenciado pela carga emocional proporcionada pelo decisivo confronto

em Barcelona. Após este confronto, foi possível concluir que em Madrid, Florentino Perez definiu a conquista de La Liga como uma prioridade que já foge desde da temporada de 2007-2008, uma realidade bem oposta, a realidade que se vive em Munique, onde o conjunto de Jupp Heynckes viu a Bundesliga fugir novamente para Dortmund pela segunda época consecutiva. Motivada pelo fato de poder disputar a final da Champions League em sua casa, com o apoio dos seus frenéticos adeptos, o conjunto bávaro decidiu fazer um “all in” nesta competição. Sabendo, das potenciais dificuldades que vai enfrentar no Bernabéu, o conjunto germânico, tentou resolver a eliminatória em sua casa, através de uma exibição atrevida, impulsionada pelo irrequieto Frank Ribery, que se viu traída por um tento de Mesut Ozil. Um golo solitário, mas que poderá assumir uma dimensão muito favorável ao conjunto Blanco no encontro da segunda mão.

Para o encontro da segunda mão, a equipa de Madrid parte motivadíssima pelo fato de ver a sua vantagem em relação ao Barcelona ser aumentada para 7 pontos. No balneário merengue, a possibilidade de obter a dobradinha deixou de ser uma miragem e passou a ser uma realidade que poderá vestir a praça Cibelles de branco por duas vezes durante o mês de Maio.

Motivada pela necessidade de marcar, perspectiva-se que José Mourinho seja obrigado a fazer algumas alterações, onde desde de logo salta a baila, a possível troca de Fábio Coentrão (um jogador com rigor defensivo, contratado por Mourinho para jogos intensos onde a eficácia defensiva é uma prioridade) por Marcelo (um jogador fantástico, tecnicamente muito dotado, perfeito para jogos desta magnitude, onde a necessidade de marcar é uma prioridade). Em relação ao tradicional tridente ofensivo usado pelo técnico merengue durante a corrente temporada, resta a duvida se Mourinho irá optar novamente pelo regressadíssimo Di María que após merecer a confiança do técnico luso durante os dois últimos encontros, não viu as suas exibições serem pautadas pelo nível exibicional exigido para uma fase tao crucial da temporada como esta. Talvez, a opção por Kaka, seja vista pelos críticos como uma decisão mais lógica e

funcional, que pode ser interpretada com a deslocação de Ozil para um dos flancos e Kaka na posição 10, tentando redimir a exibição falhada por Di Maria no encontro da primeira mão no papel de playmaker.

Em relação ao conjunto de Munique, não se perspectivam mudanças. A dúvida poderá ser a inclusão de Muller de início, em detrimento de Toni Kroos. O Bayern irá tentar resistir avalanche merengue, que contará com o apoio do seu publico apartir do minuto inicial de Viktor Kassai. Os bávaros, tentarão aproveitar a velocidade dos seus dois rapidíssimos extremos (Robben e Ribery), que tentarão tirar proveito do porte físico e da eficácia do gigante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s