O Adeus de Raúl

Imagem

Foi mais que um goleador, foi um perigo e uma ameaça para os defesas adversários. Teve várias etapas. Começou com a “Quinta del Buitre” onde a sua irreverência e energia se destacaram numa equipa cheia de estrelas. Triunfou com o Real Madrid ainda sem galácticos e posteriormente capitaneou essa equipa de Figo e Zidane rumo á nona Liga dos Campeões. Pode-se dizer que acabou sem glória a sua etapa nos merengues, ofuscado pelo Pep Team rumou para a Alemanha onde foi glorificado pelas bancadas do Schalke Arena. Em todas estas fases repetiu-se o cenário. Golos, muitos golos, quase sempre decisivos. Foi a alma e o motor das equipa que representou. Marcou de todas as formas. Remates poderosos, boa pontaria, bom no jogo aéreo e excelente no jogo associativo.

Todos o temiam, mais tarde ou mais cedo ele acabaria por aparecer para marcar e decidir. Com uma influência fora do normal, diz agora adeus ao principal palco do futebol para talvez começar uma nova etapa no país dos Sheikhs. E de certeza que no Qatar será recordado tal como foi no Real Madrid e no Schalke 04.

Artigo da edição nº2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s