Seleção e o Euro 2012

Depois de a 2 de dezembro de 2011, o sorteio da UEFA ter ditado Portugal no grupo da morte, juntamente com Holanda, Alemanha e a Dinamarca, eis que esta a chegar o momento das grandes decisões – Europeu 2012 Ucrânia/Polónia.

Os torneios internacionais, são excelentes purificadores humanos, onde as populações dos diversos países se unem e vibram em torno dos feitos dos seus países. Por momentos, as pessoas, esquecem os problemas diários adjacentes as suas vidas assim como toda a problemática envolvente a tão balada crise financeira mundial. Os países centram-se num só objetivo – UNIÃO. Desde que me recordo, apenas tive oportunidade de ver o meu povo unido em grande escala, em pouquíssimas ocasiões. Ocasiões essas que coincidiram todas elas aquando da participação da seleção nacional em competições internacionais. Muitos ainda devem ter bem fresco na memória, toda a energia positiva que assolou o país em 2004 durante o Europeu. Scolari conseguiu transmitir uma mensagem de união fantástica, uma mensagem toda ela bem estruturada e dirigida, capaz de mostrar o verdadeiro efeito positivo que o futebol pode ter nas pessoas. Uma mensagem que nenhum Primeiro Ministro ou Presidente da Republica foi capaz de transmitir ao povo Português, até a data. 

Pois bem, o Euro 2012 está ai a porta, e eu espero que o povo luso se junte mais uma vez em massa e façam força em mais uma campanha rumo ao sonho. Sonho esse que visa a conquista de um trofeu internacional, que se pode tornar histórica para um país repleto de tanto talento futebolístico, mas que nunca conseguiu conquistar um título a nível da seleção AA.

O Euro 2012 vai ser um desafio muito difícil para Portugal, contudo não impossível. As competições entre países, são competições especiais, disputadas a curto prazo onde os valores individuais que constituem as respetivas seleções não são sinónimo de sucesso, pois se assim fosse, teria sido impossível a Grécia ter conquistado o Europeu 2004. As competições internacionais, são provas exigentes, onde a sua conquista esta dependente de vários fatores entre os quais se destacam o valor/rigor coletivo, capacidade de união e espírito de grupo assim como o plano metodológico pré e durante competição. Estas competições requerem planos de desempenho regulares, onde qualquer falha pode significar um afastamento. Os planos de pre

paração, requerem cuidados especiais a nível metodológico. Os selecionadores têm de se mentalizar que estão a gerir seleções e não clubes. O tempo disponível para preparar os jogadores é demasiado curto. Este período não pode ser compreendido como uma mini pré-epoca desportiva. Deve sim, ser compreendido como um período de recuperação e definição de estratégia, onde os jogadores, depois de disputarem uma época extremamente exigente nos seus clubes, necessitam de tempo para recuperar as suas capacidades físicas e mentais. O plano requer uma metodologia assente no treino integrado, onde a recuperação e preparação dos atletas e da equipa, deve estar inserido num contexto que envolva em simultâneo todos componentes físicos, técnicos, táticos e psicológicos. Estas componentes necessitam de ser trabalhadas num contexto de especificidade em relação as necessidades da equipa e da competição. Esta é a única solução viável pois a falta de tempo para

preparar a equipa, não permite que se individualize as componentes de treino. O tempo é tão limitado, que a história reza que, normalmente as seleções bem-sucedidas durante os últimos anos nas competições internacionais, tendem a ser as equipas constituídas por um núcleo base de jogadores que jogam juntos nos mesmos clubes e que consequentemente estão rotinados e que se conhecem perfeitamente nas diferentes abordagens inerentes ao jogo de futebol.  Caso de Portugal no Euro 2004 onde o meio campo era composto por jogadores exclusivamente do Futebol Clube do Porto (Costinha, Maniche e Deco), assim como a defesa (Paulo Ferreira, Nuno Valente, Ricardo Carvalho) e Jorge Andrade (um jogador com filosofia portista). Caso de Espanha durante o Euro 2008 e Mundial 2010, onde grande parte do núcleo base era constituída por jogadores do Barcelona e Real Madrid. Os processos de jogo requerem tempo de assimilação, e não nascem do dia para a noite. Por vezes, os treinadores dos clubes necessitam de meses ou inclusive anos, para desenvolver taticamente os seus modelos de jogo. Por isso não parece ser tarefa fácil para os selecionadores desenvolverem os seus modelos em 15 dias de preparação. Contudo, tendo em conta o panorama do futebol português, parece-me que este fator não seja abonatório para a seleção nacional. O selecionador nacional, terá de efetuar um trabalho exemplar, onde a sua mensagem sobre o modelo de jogo terá de ser transmitida e assimilada pelo grupo de trabalho num curto espaço de tempo. Atualmente, o contexto do futebol português, não

permite convocar um sector de qualidade de uma equipa composto exclusivamente por jogadores lusos. Apenas o meio campo do SC Braga permitia tal situação (Hugo Viana, Custódio e Ruben Amorim), apenas Custódio foi selecionado. Contudo a seleção conta com um grande grupo de jogadores frutos da academia do SC Portugal onde inclusive, muitos dos selecionados jogaram juntos no clube lisboeta, casos de Rui Patrício, Veloso, Moutinho, Nani e Ronaldo, aos quais podemos adicionar Custódio, Quaresma, Martins e Varela que também foram formados na academia de Alcochete. Outro fator positivo poderá ser o fato de os 23 selecionados, corresponderem maioritariamente a base de jogadores que Paulo Bento tem selecionado durante a sua campanha (exceção de Custodio, Nelson Oliveira e Miguel Lopes), jogadores que já conhecem o modelo de jogo pretendido pelo treinador.

Leia mais aqui

Texto de João Pedro Sacramento

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s