Previsão Champions League

B

Bayern e Chelsea discutem o título da “Champions” no Arena de Munique num jogo marcado pelas baixas de ambas equipas, mas com mais influência para a equipa inglesa. Uma final marcada pela surpresa dos finalistas que veio estragar os planos de Platini. Os alemães disputam a nona final do seu historial com um saldo empatado 4 vitórias e 4 derrotas no jogo decisivo. Já os ingleses vão para a sua segunda final da prova mais importante de clubes á procura da sua primeira grande conquista europeia.

Os bávaros vão tentar conquistar o único título da época depois de internamente terem sido dominados pelo Borussia Dortmund. A equipa de Jupp Heynckes assenta o seu jogo no poderio ofensivo com vários jogadores a participarem na última fase, para além do tridente Robben/Ribéry/Gomez (com Thomas Muller como excelente joker) os dois médio centro Toni Kroos/Schweinsteiger aparecem muito bem nos espaços criados pelos homens mais avançados, o lateral Lahm também faz das subidas no terreno a sua principal característica. Na baliza mora um grande guarda-redes Neuer e á sua frente o elo mais fraco ou seja a dupla de centrais sem o o títularissimo Badstuber ausente por castigo assim como o lateral esquerdo Alaba.

Os londrinos conseguiram vencer a taça de Inglaterra, mas ficaram num miserável sexto lugar na Premier League. Depois de terem começado a temporada com Villas Boas substituído por Di Matteo numa fase crucial quando tudo parecia caminhar para o abismo, o italiano conseguiu puxar pelo brio dos seus jogadores e agarrá-los de forma a concentrarem-se nos objectivos que ainda estavam ao seu alcance. Uma equipa que vai estar privada de jogadores como Terry, Ivanovic, Meireles e Ramires todos castigados e todos eles importantes nas várias fases de jogo do Chelsea. Os “blues” fazem da sua coesão defensiva o seu ponto mais forte e são capazes de defender bem com um bloco bastante baixo quando enfrentam adversários claramente mais fortes. Petr Cech de novo em grande forma garante inúmeras vitórias mas o problema poderá estar no quarteto defensivo pouco entrosado em jogo que em principio será: Bosingwa/David Luiz/Cahill/Cole, no meio campo Mikel/Essien/Lampard perfilam-se como os principais candidatos – e se são excelentes na ocupação de espaços defensivos já não tem pernas para subirem e dar consistência e fluência no ataque durante 90 minutos – Kalou/Mata/Drogba serão os jogadores mais avançados e a eles se pede para serem letais no contra-ataque e é nesta fase que se tornam muito perigosos e que lhes valeu a chegada á final.

O Bayern é o principal favorito, não por jogar em casa, mas porque tem melhores jogadores e melhor futebol mas do outro lado está Drogba, jogador fantástico, que se poderá reafirmar como uma lenda dos “blues” após este jogo.

Texto de Bruno Gonçalves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s