Como chega a Espanha ao Euro 2012

Imagem

Os campeões mundiais e europeus chegam á Polónia com varias incertezas e ausências em todos os sectores. Ainda assim, perfilam-se juntamente com a Alemanha, como os grandes favoritos para vencer a competição.

Começando pela baliza, Iker Casillas, o capitão e melhor guarda redes do mundo durante os últimos 4 anos será o titular. Excelente debaixo dos postes, tem no entanto alguns problemas a sair nos cruzamentos e nas bolas paradas. Valdes e Reina são os suplentes de luxo á disposição.

Do lado direito da defesa estará Arbeloa, o lateral do Real Madrid é bastante ofensivo, mas falta-lhe velocidade e posicionamento nas transições defensivas. Iraola é a alternativa. No centro da defesa surgem algumas duvidas, a lesão de Puyol complicou as contas a Del Bosque, que terá de escolher entre um irregular Piqué ou o adaptado Javi Martinez. O catalão oferece capacidade de sair com a bola controlada e jogo aéreo. Javi tem pouca experiência em grandes jogos, mas fez uma temporada magnifica e parte em vantagem. Ramos será o outro central. Raça, velocidade e capacidade de jogar em defesa alta. Um dos melhores centrais do mundo juntamente com Pepe.

Alba será o lateral esquerdo, o jovem do Valencia será o dono da posição. Bons movimentos ofensivos, regular defensivamente será ajudado por Ramos no jogo aéreo.

Xabi Alonso, Xavi e Busquets. Dos três sobra um, por terem características semelhantes. No Mundial Xabi e Busquets ocupavam os mesmos espaços, estorvando-se. Alonso procura outros espaços, roubando-os a Xavi, que subia mais no terreno. Então Busquets actuava como trinco.

Xavi está na fase descendente da carreira, levanta duvidas quanto ao estado físico, talvez  Del Bosque opte por Cesc Fabregas em vez do médio de Terrasa. 

Na frente, também ausências e duvidas. Villa é baixa por lesão, o goleador da “Roja” abre espaço a um irregular Torres, que garantiu a presença no Euro no final da temporada ou a Llorente. O basco é um matador, procura espaços como ninguém e faz jogar. Partirá em vantagem. Negredo é a 3ª opção.

Nas alas Iniesta do lado esquerdo, um pouco mais atrasado e procurando diagonais é a esperança de Espanha com os seus golos decisivos. Mata é a outra opção. Do outro lado jogará Silva, fez um espectacular primeiro tramo da época, mas chega a este Euro em baixo de forma. Muniain e Adrian, dois jovens que fizeram excelentes temporadas ficaram de fora da convocatória, portanto Navas será a outra opção.

Apesar da imagem de vulnerabilidade dada nos amigáveis, a Espanha chega como a grande favorita a levantar a Taça em Kiev. Tem talento e princípios de jogo instalados há bastante tempo, as opções do seleccionador podem ser bastante discutidas, sobretudo pela acumulação de grandes jogadores por posição. Defesa e meio campo são os sectores que levantam mais duvidas na locomotiva espanhola. A forma física de alguns jogadores também. Terá um grupo relativamente fácil e espera-se que se qualifique em 1º, o teste contra a “azurra” de Prandelli mostrara se a Fúria se mantém.

 

2 comments on “Como chega a Espanha ao Euro 2012

  1. Rui Silva diz:

    Lamentável. Quem escreveu isto tem pouco conhecimento da Selecção Espanhola, além de ser fanático madridista.

  2. Como tem vindo a ser habitual nos últimos anos, a Espanha apresenta uma grande equipa… Mais uma vez, uma das grandes favoritas à vitória final!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s