Zizou

Filho de argelinos, da região de Cabília, Zinedine Yazid Zidane, nasceu no bairro de “La Castellane” na cidade de Marselha, França, no dia 23 de Junho de 1972. Cedo demonstrou habilidade para o futebol e iniciou a carreira num clube próximo do seu bairro, o US Saint-Herri, seguindo mais tarde para o Septèmes-les-Vallons.

Com 15 anos é convocado para participar num estágio do CREPS (Centro Regional de Educação Popular e Desporto) da região de Aix-en-Provence, os olheiros do Cannes ficam encantados e contratam-no imediatamente. Em Fevereiro de 1991 marcou o primeiro golo na Primeira Divisão, curiosamente contra o Nantes.

A estreia nas competições europeias foi em Portugal, numa derrota contra o Salgueiros na primeira mão da primeira eliminatória da Taça UEFA 1991/92. No fim dessa época o Cannes desce de divisão e Zidane parte para Bordéus.

No Parc Leiscure Zizou torna-se juntamente com Dugarry e Lizarazu o motor da equipa bordalesa. Uma bela carreira europeia termina na final às mãos do Bayern München, onde pontificava uma estrela maior do futebol francês e um dos seus ídolos de infância: Jean-Pierre Papin.

Estreia-se na selecção, também no Parc Leiscure, defrontando a República Checa. Entra aos 63 minutos quando a equipa perde por 0-2, marca dois golos que garantem o empate aos bleus.

Após o Euro-96 muda-se para a Juventus. Surgem os primeiros títulos da carreira. Campeão de Itália (1997 e 1998), vencedor da Taça Intercontinental (1996) e Supertaça Europeia (1996).

Na selecção, torna-se a estrela e líder da selecção francesa que em 1998 a jogar em casa tem legítimas ambições de vitória.  Zidane, não obstante uma expulsão contra os sauditas, realiza um grande campeonato do mundo e conduz a França ao primeiro título mundial, apontando dois dos três golos franceses na final. considerado por muitos como um dos maiores jogadores de toda a história do futebol mundial Zizou trava a bola por tu e a mesma parecia que colava ao pé deste verdadeiro 10.

Pelo desempenho nesse ano é eleito melhor jogador do mundo pela FIFA e voltaria a vencer o prémio em 2000 e 2003.

No Euro 2000 voltou a ser decisivo na forma como conduziu os franceses à final e ao seu segundo título europeu.

Em 2001 o Real Madrid pagou setenta e sete milhões de euros pela sua contratação, um recorde que só seria batido aquando da contratação de Cristiano Ronaldo em 2009 pelo mesmo Real de Madrid. Na capital espanhola, Zizou conheceu o sucesso logo no ano de estreia, conquistando a sua primeira (e única) Taça dos Campeões.

No ano seguinte conquista o campeonato espanhol juntamente com os seus companheiros galácticos: Beckham, Figo e Ronaldo.

Após o fracasso do mundial de 2002 e do Euro 2004. No mundial de 2006 a França voltaria aos grandes momentos muito por obra de Zidane. Autor do único golo na meia-final contra Portugal, Zidane, aponta o caminho da segunda final da sua carreira.

No jogo decisivo, Zizou abre o marcador com uma grande penalidade, mas na segunda parte do prolongamento, cabeceou Materazzi em resposta aos insultos deste. Recebe ordem de expulsão e passa ao lado da Taça do Mundo enquanto caminha para os balneários.

É esta imagem que acompanha para sempre o último jogo de um dos melhores jogadores do mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s