Modric: da Guerra para o Mundo

Imagem

Pequeno croata de 27 anos. 175cm de futebol fluido, veloz, inteligente e diferente. São estas as características que desmarcam Modric dos restantes jogadores.

O croata é um jogador único e foi isso mesmo que Mourinho viu nele quando o quis contratar. Com Modric no plantel, o Real dispõe de várias alternativas. Luka Modric, pode actuar como médio recuperador, médio de transição ou como organizador de jogo. Na equipa madrilena, Modric, já assumiu vários papéis que podem ser vistos nas imagens. A sua inteligência táctica aliado à maneira como preenche o terreno de jogo, faz com que pensar na estratégia da equipa, seja pensar no papel de Modric, isto é, o croata afigura-se como uma peça fundamental no plano desta época. Um jovem, débil fisicamente que compensa as suas fragilidades com a relação que tem com a bola, com a sua qualidade técnica e com a sua capacidade de execução, a nível de remate e passe.

Um pensador nato, Modric nasceu para jogar e fazer jogar. Um polivalente por natura que transporta para campo uma grande intensidade e ao mesmo tempo serenidade. Intenso nas transições e recuperações de bola, sereno na sua tomada de decisão. Um trabalhador exemplar que sabe transfigurar-se consoante o momento do jogo. Um verdadeiro temporizador dentro do campo.

Aos 16 rumou até ao Dínamo de Zagreb onde explodiu saiu para o Tottenham em 2008, onde ficou até 2012, quando assinou pelo Real Madrid numa transferência a rondar os 35 milhões de euros.

Mourinho pode agora contar com um jogador mais maduro e polivalente no seu plantel o que aumenta o seu lote de escolhas para o meio-campo. Modric já jogou como extremo-direito, médio organizador e médio de transição. Tem sido como médio de transição que o técnico português tem apostado mais, como companheiro de Xabi Alonso que desempenha o papel de recuperador e com Ozil à frente destes dois pivots, a organizar a manobra ofensiva dos madrilenos.

É certo que o Real não tem estado tão bem em relação à época passada mas tal não se deve à entrada de Modric na equipa. A equipa da capital espanhola, tem demonstrado algumas fragilidades defensivas no que toca à sua organização e transição defensiva. Contudo, a entrada de Luka Modric faz crescer o Real a todos os níveis, tornando-se hoje uma equipa mais adulta, cerebral e com mais opções. Um jogador que sabe responder aos desafios que o jogo lhe traz, quer jogue de início, ou seja uma das primeiras opções a sair do banco e isto tudo resume-se à sua capacidade única de ler o jogo e interpretar o mesmo.

Em criança, foi vítima da Guerra dos Balcãs e hoje dá cartas na Europa fora. Da Guerra para o Mundo, esta é a história do intelectual Luka Modric, um jogador que sabe estar dentro e fora do campo. Homem de fato quando joga numa posição mais adiantada, menino irreverente quando joga mais atrás no terreno. Uma concepção diferente de todos os actuais jogadores a nível mundial. Uma mais-valia para o campeonato espanhol e em especial, para o Real Madrid. Uma contratação que vem trazer boas dores de cabeça a José Mourinho, uma vez que terá de repensar na estratégia da equipa para incluir o médio croata.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s